sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

CAPÍTULO XI / O MENINO É PAI DO HOMEM

   


       




Cresci; e nisso é que a família não interveio; cresci naturalmente, como crescem as magnólias e os gatos. Talvez os gatos são menos matreiros, e com certeza, as magnólias são menos inquietas do que eu era na minha infância. Um poeta dizia que o menino é pai do homem. Se isto é verdade, vejamos alguns lineamentos do menino.
Desde os cinco anos merecera eu a alcunha de “menino diabo”; e verdadeiramente não era outra coisa; fui dos mais malignos do meu tempo, arguto, indiscreto, traquinas e voluntarioso. Por exemplo, um dia quebrei a cabeça de uma escrava, porque me negara uma colher do doce de coco que estava fazendo, e, não contente com o malefício, deitei um punhado de cinza ao tacho, e, não satisfeito da travessura, fui dizer à minha mãe que a escrava é que estragara o doce “por pirraça”; e eu tinha apenas seis anos. Prudêncio, um moleque de casa, era o meu cavalo de todos os dias; punha as mãos no chão, recebia um cordel nos queixos, à guisa de freio, eu trepava-lhe ao dorso, com uma varinha na mão, fustigava-o, dava mil voltas a um e outro lado, e ele obedecia, — algumas vezes gemendo, — mas obedecia sem dizer palavra, ou, quando muito, um — “ai, nhonhô!” — ao que eu retorquia: — “Cala a boca, besta!” — Esconder os chapéus das visitas, deitar rabos de papel a pessoas graves, puxar pelo rabicho das cabeleiras, dar beliscões nos braços das matronas, e outras muitas façanhas deste jaez, eram mostras de um gênio indócil, mas devo crer que eram também expressões de um espírito robusto, porque meu pai tinha-me em grande admiração; e se às vezes me repreendia, à vista de gente, fazia-o por simples formalidade: em particular dava-me beijos.
Não se conclua daqui que eu levasse todo o resto da minha vida a quebrar a cabeça dos outros nem a esconder-lhes os chapéus; mas opiniático, egoísta e algo contemptor dos homens, isso fui; se não passei o tempo a esconder-lhes os chapéus, alguma vez lhes puxei pelo rabicho das cabeleiras.
Outrossim, afeiçoei-me à contemplação da injustiça humana, inclinei-me a atenuá-la, a explicá-la, a classifiquei-a por partes, a entendê-la, não segundo um padrão rígido, mas ao sabor das circunstâncias e lugares. Minha mãe doutrinava-me a seu modo, fazia-me decorar alguns preceitos e orações; mas eu sentia que, mais do que as orações, me governavam os nervos e o sangue, e a boa regra perdia
o espírito, que a faz viver, para se tornar uma vã fórmula. De manhã, antes do mingau, e de noite, antes da cama, pedia a Deus que me perdoasse, assim como eu perdoava aos meus devedores; mas entre a manhã e a noite fazia uma grande maldade, e meu pai, passado o alvoroço, dava-me pancadinhas na cara, e exclamava a rir: Ah! brejeiro! ah! brejeiro!
Sim, meu pai adorava-me. Minha mãe era uma senhora fraca, de pouco cérebro e muito coração, assaz crédula, sinceramente piedosa,
— caseira, apesar de bonita, e modesta, apesar de abastada; temente às trovoadas e ao marido. O marido era na Terra o seu deus. Da colaboração dessas duas criaturas nasceu a minha educação, que, se tinha alguma coisa boa, era no geral viciosa, incompleta, e, em partes, negativa. Meu tio cônego fazia às vezes alguns reparos ao irmão; dizia-lhe que ele me dava mais liberdade do que ensino, e mais afeição do que emenda; mas meu pai respondia que aplicava na minha educação um sistema inteiramente superior ao sistema usado; e por este modo, sem confundir o irmão, iludia-se a si próprio.
De envolta com a transmissão e a educação, houve ainda o exemplo estranho, o meio doméstico. Vimos os pais; vejamos os tios. Um deles, o João, era um homem de língua solta, vida galante, conversa picaresca. Desde os onze anos entrou a admitir-me às anedotas reais ou não, eivadas todas de obscenidade ou imundície. Não me respeitava a adolescência, como não respeitava a batina do irmão; com a diferença que este fugia logo que ele enveredava por assunto escabroso. Eu não; deixava-me estar, sem entender nada, a princípio, depois entendendo, e enfim achando-lhe graça. No fim de certo tempo, quem o procurava era eu; e ele gostava muito de mim, dava-me doces, levava-me a passeio. Em casa, quando lá ia passar alguns dias, não poucas vezes me aconteceu achá-lo, no fundo da chácara, no lavadouro, a palestrar com as escravas que batiam roupa; aí é que era um desfiar de anedotas, de ditos, de perguntas, e um estalar de risadas, que ninguém podia ouvir, porque o lavadouro ficava muito longe de casa. As pretas, com uma tanga no ventre, a arregaçar-lhes um palmo dos vestidos, umas dentro do tanque, outras fora, inclinadas sobre as peças de roupa, a batê-las, a ensaboá-las, a torcê-las, iam ouvindo e redargüindo às pilhérias do tio João, e a comentá-las de quando em quando com esta palavra:
— Cruz, diabo!... Este sinhô João é o diabo!
Bem diferente era o tio cônego. Esse tinha muita austeridade e pureza; tais dotes, contudo, não realçavam um espírito superior, apenas compensavam um espírito medíocre. Não era homem que visse a parte substancial da igreja; via o lado externo, a hierarquia, as preeminências, as sobrepelizes, as circunflexões. Vinha antes da sacristia que do altar. Uma lacuna no ritual excitava-o mais do que uma infração dos mandamentos. Agora, a tantos anos de distância, não estou certo se ele poderia atinar facilmente com um trecho de Tertuliano, ou expor, sem titubear, a história do símbolo de Nicéia; mas ninguém, nas festas cantadas, sabia melhor o número e casos das cortesias que se deviam ao oficiante. Cônego foi a única ambição de sua vida; e dizia de coração que era a maior dignidade a que podia aspirar. Piedoso, severo nos costumes, minucioso na observância das regras, frouxo, acanhado, subalterno, possuía algumas virtudes, em que era exemplar, mas carecia absolutamente da força de as incutir, de as impor aos outros.
Não digo nada de minha tia materna, D. Emerenciana, e aliás era a pessoa que mais autoridade tinha sobre mim; essa diferençava-se grandemente dos outros; mas viveu pouco tempo em nossa companhia, uns dois anos. Outros parentes e alguns íntimos não merecem a pena de ser citados; não tivemos uma vida comum, mas intermitente, com grandes claros de separação. O que importa é a expressão geral do meio doméstico, e essa aí fica indicada, — vulgaridade de caracteres, amor das aparências rutilantes, do arruído, frouxidão da vontade, domínio do capricho, e o mais. Dessa terra e desse estrume é que nasceu esta flor.

Machado de Assis 
Machado de Assis



Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

       


   



   



Recomendamos para você:


#JustGo

Bank Account - Traducción al Español - Lil Wayne

Montagem - Ceis não vão gosta - Ambrosio - Solo #16 - Rap Box

Bank Account - Lil Wayne

Bank Account - Tradução em Português - Lil Wayne

Ana Karênina – Leon Tolstói

Habits - Machine Gun Kelly

Habits - Tradução em Português - Machine Gun Kelly

Bartier Cardi - Traducción al Español - Cardi B ft. 21 Savage

La Dama - English Translation - Karol G, Cosculluela

Bonita (Remix) - English Translation - J Balvin, Jowell & Randy ft. Nicky Jam, Wisin, Yandel, Ozuna

La Modelo - Ozuna Ft Cardi B

Bonita - J. Balvin, Jowell & Randy

rockstar - перевод по-русски - Post Malone ft. 21 Savage

Odisséia - Homero | PDF Domínio Público

Bonita - English Translation - J. Balvin, Jowell & Randy

Bonita - Tradução em Português - J. Balvin, Jowell & Randy

La Modelo - English Translation - Ozuna Ft Cardi B

Chuva - Froid

Corner Store - Tradução em Português - Macklemore Ft Dave B & Travis Thompson

Meu Abrigo - Melim

Ouro Raro - Haikaiss

Auschwitz - Fabio Brazza

Cut Throat - Traducción al Español - Kodak Black

Cut Throat - Tradução em Português - Kodak Black

Vai Malandra - Tradução em Português - Anitta

Absolutismo Europeu | História Resumo

Man's Not Hot - Tradução em Português - Big Shaq

Downtown - Tradução em Português - Anitta feat. J Balvin

Believe - Tradução em Português - Eminem

Republica Brasileira

River - Tradução em Português - Eminem ft. Ed Sheeran

O Preço - Nocivo Shomon ft. Iago DZ - Allex Flores

After - Dan Lellis ft. BellaDona & 3 Um Só

Vai Malandra Letra - Anitta

Nós (Poesia Acústica 2 Spin Off) - Kayuá | Tiago Mac | Maria | Pineapple StormTV

Busque Amor Novas Artes, Novo Engenho - Luís Vaz de Camões

A Esperança - Augusto dos Anjos

Era Uma Vez - Kell Smith

Lembrança de Morrer - Álvares de Azevedo

Stir Fry - Übersetzung auf Deutsch - Migos

Stir Fry - перевод по-русски - Migos

Stir Fry - Traducción al Español - Migos

Stir Fry - Tradução em Português - Migos

Stir Fry - Migos

Filosofia Grega

Meu Deus - 3030

No Limit REMIX - Tradução em Português - G-Eazy ft. ASAP Rocky, Cardi B, French Montana, Juicy J, Belly

La Modelo - Tradução em Português - Ozuna Ft Cardi B

River - Traducción al Español - Eminem ft. Ed Sheeran

Bank Account (Remix) - Tradução em Português - Joyner Lucas

Salmos - Capítulo 01 | Bíblia Online

Letterman - Wiz Khalifa | Letras - Letras de Músicas - Song Lyrics - Tradução em Português e Vídeo Clips do Youtube. | 226

After - Dan Lellis ft. BellaDona & 3 Um Só | Lyrics - Letras de Músicas - Song Lyrics - Tradução em Português e Vídeo Clips do Youtube. | 24

IBGE: IPCA-15 de dezembro reforça cenário favorável para a inflação | Economia - Economia em 1 Minuto - Sanderlei Silveira | 38

As festas populares no estado de São Paulo | São Paulo - História e Geografia do Estado de São Paulo - SP | 92

As festas populares em Santa Catarina | Santa Catarina - História e Geografia do Estado de Santa Catarina - SC | 92

A erva-mate na história do estado do Paraná | Paraná - História e Geografia do Estado do Paraná - PR | 89

Silence - Thomas Hood - Poems - Poetry - Sonnet | Poesia - Poema - Poesias - Sonetos | 89

Os ciclos da economia do Mato Grosso do Sul | Mato Grosso do Sul - História e Geografia do Estado de Mato Grosso do Sul - MS | 79

Certificação Progress | Datasul - Totvs - Datasul - Treinamento Online (Gratuito) | 66

A arte como registro histórico | Arte - Língua Portuguesa, Arte, Literatura e Atualidades | 53

Os Sertões - 11 / 49 | Os Sertões - Livro Online: Os Sertões de Euclides da Cunha | Áudio Livro - PDF Download | 53

Ursa Maior | Macunaíma - Livro Online: Macunaíma de Mário de Andrade | PDF Download | 51

A Carolina - Poema - Machado de Assis - Poesia | Machado de Assis - Livro Online: Obra completa de Machado de Assis | Áudio Livro - PDF Download | 49

Filosofia Grega | História - Resumo - História | Cronologia do Universo | Cronologia da Terra | Pré-História | Idade Antiga | Idade das Religiões | 45

Os símbolos do estado do Rio de Janeiro | Rio de Janeiro - História e Geografia do Estado do Rio de Janeiro - RJ | 40

Mulher Rendeira - Atividade Educativa | Infantil 6 - Educação Infantil - Vídeos, Jogos e Atividades Educativas para crianças de 4 à 11 anos | 36

Mein Kampf - PDF Download Livro Baixar Online em Português | Mein Kampf - Livro Online: Mein Kampf - Minha luta - Obra completa de Adolf Hitler | Áudio Livro - PDF Download | 30

Lembrança de Morrer - Poema - Álvares de Azevedo | Poesia | Poetry - Poetry - Poema - Poesia - Poems - Sonetos | 22

A Esperança - Poema - Augusto dos Anjos | Poesia | Audio Livro - AudioBook - Livros Online - PDF Download | 20

A Carolina - Poema - Machado de Assis | Poesia | Poesia - Machado | Livro Online: Poesias - Obra completa de Machado de Assis | Áudio Livro - PDF Download | 19

O Navio Negreiro - Castro Alves | Castro Alves - Poemas: Os Escravos de Castro Alves | Poesia | 14

Sobre a Obra | O Diário de Anne Frank - Livro Online: O Diário de Anne Frank | PDF Download | 14

Busque Amor Novas Artes, Novo Engenho - Poema - Luís Vaz de Camões | Poesia | Sonetos - Poemas de Amor - Sonetos - Luís Vaz de Camões | 14

A aia - Eça de Queirós | Eça de Queirós - Livro Online: Contos - Obra completa de Eça de Queirós | Áudio Livro - PDF Download | 12

OLHOS DE RESSACA - CAPÍTULO XXXII | Dom Casmurro - Livro Online: Dom Casmurro de Machado de Assis | PDF Download | 11

Versos íntimos - Augusto dos Anjos | Poemas - Poema - Poesia - Sonetos - Poems - Poetry | 9

Motivo - Poema - Cecilia Meireles | Poems - Poema - Poesia - Sonetos - Poems - Poetry | 9

Nel mezzo del camim - Poema - Olavo Bilac | Poesia | AudioBook - Audio Livro - Livros Online - PDF Download | 8

SAP - Introdução a um jeito novo de pensar | SAP - Curso Online de SAP - Grátis - Free - Treinamento Gratuito | 8

Stir Fry - Migos | Migos - Letras de Músicas - Song Lyrics - Tradução em Português e Vídeo Clips do Youtube. | 7

Odisséia – Homero | PDF - Livros em PDF para Download - Domínio Público | 7

A Esperança - Augusto dos Anjos | Augusto dos Anjos - Livro Online: Eu e Outras Poesias - Obra completa de Augusto dos Anjos | Áudio Livro - PDF Download | 6

Salmos - Capítulo 22 | Salmos | Bíblia Online - Salmos | 6

Livro Online: Contos - Obra completa de Lima Barreto | Áudio Livro - Audiobook - PDF Download

Educação Infantil 5 - Vídeos, Jogos e Atividades Educativas para crianças de 4 à 11 anos

Educação Infantil 1 - Vídeos, Jogos e Atividades Educativas para crianças de 4 à 11 anos

Educação Infantil 2 - Vídeos, Jogos e Atividades Educativas para crianças de 4 à 11 anos

Educação Infantil 3 - Vídeos, Jogos e Atividades Educativas para crianças de 4 à 11 anos

Contos de Artur de Azevedo | Áudio Livro

Livro Online: Broquéis - Obra completa de João da Cruz e Sousa | Áudio Livro - PDF Download

Livro Online: Diva - Obra completa de José de Alencar | Áudio Livro - Audiobook - PDF Download

Educação Infantil 4 - Vídeos, Jogos e Atividades Educativas para crianças de 4 à 11 anos

Resumen - Historia | Cronología del Universo | Cronología de la Tierra | Prehistoria | Edad Antigua | Edad de las Religiones

Summary - History | Chronology of the Universe | Earth Chronology | Prehistory | Old Age | Age of Religion

JUST GO - VIAGEM VOLTA AO MUNDO - #JustGo - Sanderlei Silveira

Livro Online: A Mão e a Luva - Obra completa de Machado de Assis | Áudio Livro - PDF Download

Livro Online: Crônicas - Obra completa de Machado de Assis | Áudio Livro - PDF Download

Livro Online: Esaú e Jacó - Obra completa de Machado de Assis | Áudio Livro - PDF Download

Livro Online: Helena - Obra completa de Machado de Assis | Áudio Livro - PDF Download

Livro Online: Memórias Póstumas de Brás Cubas - Obra completa de Machado de Assis | Áudio Livro - PDF Download

Livro Online: Papéis Avulsos - Obra completa de Machado de Assis | Áudio Livro - PDF Download

Livro Online: Quincas Borba - Obra completa de Machado de Assis | Áudio Livro - PDF Download

Livro Online: Teatro - Obra completa de Machado de Assis | Áudio Livro - PDF Download

Curso de Espanhol em 2 Horas - Online - Grátis - Completo - Free

Curso de Inglês em 2 Horas - Online - Grátis - Completo - Free

by Sanderlei Silveira -  http://sanderlei.com.br

domingo, 17 de dezembro de 2017

CAPÍTULO X / NAQUELE DIA - Memórias Póstumas de Brás Cubas

       

Naquele dia, a árvore dos Cubas brotou uma graciosa flor. Nasci; recebeu-me nos braços a Pascoela, insigne parteira minhota, que se gabava de ter aberto a porta do mundo a uma geração inteira de fidalgos. Não é impossível que meu pai lhe ouvisse tal declaração; creio, todavia, que o sentimento paterno é que o induziu a gratificá-la com duas meias dobras. Lavado e enfaixado, fui desde logo o herói da nossa casa. Cada qual prognosticava a meu respeito o que mais lhe quadrava ao sabor. Meu tio João, o antigo oficial de infantaria, achava-me um certo olhar de Bonaparte, coisa que meu pai não pôde ouvir sem náuseas; meu tio Ildefonso, então simples padre, farejava-me cônego.
— Cônego é o que ele há de ser, e não digo mais por não parecer orgulho; mas não me admiraria nada se Deus o destinasse a um bispado... É verdade, um bispado; não é coisa impossível. Que diz você, mano Bento?
Meu pai respondia a todos que eu seria o que Deus quisesse; e alçava-me ao ar, como se intentasse mostrar-me à cidade e ao mundo; perguntava a todos se eu me parecia com ele, se era inteligente, bonito...
Digo essas coisas por alto, segundo as ouvi narrar anos depois; ignoro a mor parte dos pormenores daquele famoso dia. Sei que a vizinhança veio ou mandou cumprimentar o recém-nascido, e que durante as primeiras semanas muitas foram as visitas em nossa casa. Não houve cadeirinha que não trabalhasse; aventou-se muita casaca e muito calção. Se não conto os mimos, os beijos, as admirações, as bênçãos, é porque, se os contasse, não acabaria mais
o capítulo, e é preciso acabá-lo.
Item, não posso dizer nada do meu batizado, porque nada me referiram a tal respeito, a não ser que foi uma das mais galhardas festas do ano seguinte, 1806; batizei-me na igreja de São Domingos, uma terça-feira de março, dia claro, luminoso e puro, sendo padrinhos o Coronel Rodrigues de Matos e sua senhora. Um e outro descendiam de velhas famílias do Norte e honravam deveras o sangue que lhes corria nas veias, outrora derramado na guerra contra Holanda. Cuido que os nomes de ambos foram das primeiras coisas que aprendi; e certamente os dizia com muita graça, ou revelava algum talento precoce, porque não havia pessoa estranha diante de quem me não obrigassem a recitá-los.
— Nhonhô, diga a estes senhores como é que se chama seu padrinho.
— Meu padrinho? é o Excelentíssimo Senhor Coronel Paulo Vaz Lobo César de Andrade e Sousa Rodrigues de Matos; minha madrinha é a Excelentíssima Senhora D. Maria Luísa de Macedo Resende e Sousa Rodrigues de Matos.
— É muito esperto o seu menino! exclamavam os ouvintes.
— Muito esperto, concordava meu pai; e os olhos babavam-se-lhe de orgulho, e ele espalmava a mão sobre a minha cabeça, fitava-me longo tempo, namorado, cheio de si.
Item, comecei a andar, não sei bem quando, mas antes do tempo. Talvez por apressar a natureza, obrigavam-me cedo a agarrar às cadeiras, pegavam-me da fralda, davam-me carrinhos de pau. — Só só, nhonhô, só só, dizia-me a mucama. E eu, atraído pelo chocalho de lata, que minha mãe agitava diante de mim, lá ia para a frente, cai aqui, cai acolá; e andava, provavelmente mal, mas andava, e fiquei andando.




Machado de Assis 
Machado de Assis



Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

Machado de Assis

       


   



   



   



Recomendamos para você:


#JustGo

rockstar - Übersetzung auf Deutsch - Post Malone ft. 21 Savage

rockstar - перевод по-русски - Post Malone ft. 21 Savage

rockstar - Post Malone ft. 21 Savage

rockstar - Tradução em Português - Post Malone ft. 21 Savage

Believe - Превод на српском - Eminem

Believe - Paghubad Cebuano - Eminem

Believe - Türkçeye Tercüme - Eminem

Believe - Magyar fordítás - Eminem

Believe - Eminem

Believe - Tradução em Português - Eminem

Believe - Übersetzung auf Deutsch - Eminem

Believe - перевод по-русски - Eminem

Believe - Tłumaczenie Polskie - Eminem

Believe - Nederlandse Vertaling - Eminem

Believe - 翻譯 中文 - Eminem

Believe - ترجمه به فارسی - Eminem

vai malandra letra

River - Eminem ft. Ed Sheeran

River - Tradução em Português - Eminem ft. Ed Sheeran

River - Traducción al Español - Eminem ft. Ed Sheeran

River - Übersetzung auf Deutsch - Eminem ft. Ed Sheeran

River - Nederlandse Vertaling - Eminem ft. Ed Sheeran

River - Tłumaczenie Polskie - Eminem ft. Ed Sheeran

River - перевод по-русски - Eminem ft. Ed Sheeran

Vai Malandra - Anitta | Letra da Música

Vai Malandra - Anitta | Letra da Música

São Paulo SP - História e Geografia

Santa Catarina - História e Geografia - SC

História e Geografia do Estado de Mato Grosso do Sul - MS

História e Geografia do Estado do Paraná - PR

História e Geografia do Estado do Rio de Janeiro - RJ

Economia em 1 Minuto - Sanderlei Silveira

Língua Portuguesa, Arte, Literatura e Atualidades

Totvs - Datasul - Treinamento Online (Gratuito)

Mein Kampf - Minha luta - Adolf Hitler

Livro Online: Dom Casmurro de Machado de Assis | PDF Download

Livro Online: Macunaíma de Mário de Andrade | PDF Download

Livro Online: O Diário de Anne Frank | PDF Download

Livros em PDF para Download - Domínio Público

Educação Infantil 5 - Vídeos, Jogos e Atividades Educativas para crianças de 4 à 11 anos

Poema - Poesias - Sonetos

Curso Online de SAP - Grátis - Free - Treinamento Gratuito

Livro Online: Os Sertões de Euclides da Cunha | Áudio Livro - PDF Download

Machado de Assis

Contos de Artur de Azevedo | Áudio Livro

Poemas: Os Escravos de Castro Alves | Poesia

Audio Livro - AudioBook - Livros Online - PDF Download

AudioBook - Audio Livro - Livros Online - PDF Download

Livro Online: Eu e Outras Poesias - Obra completa de Augusto dos Anjos | Áudio Livro - PDF Download

Livro Online: Broquéis - Obra completa de João da Cruz e Sousa | Áudio Livro - PDF Download

Livro Online: Contos - Obra completa de Eça de Queirós | Áudio Livro - PDF Download

Livro Online: Diva - Obra completa de José de Alencar | Áudio Livro - Audiobook - PDF Download

Educação Infantil 6 - Vídeos, Jogos e Atividades Educativas para crianças de 4 à 11 anos

Educação Infantil 1 - Vídeos, Jogos e Atividades Educativas para crianças de 4 à 11 anos

Educação Infantil 2 - Vídeos, Jogos e Atividades Educativas para crianças de 4 à 11 anos

Educação Infantil 3 - Vídeos, Jogos e Atividades Educativas para crianças de 4 à 11 anos

Educação Infantil 4 - Vídeos, Jogos e Atividades Educativas para crianças de 4 à 11 anos

Resumo - História | Cronologia do Universo | Cronologia da Terra | Pré-História | Idade Antiga | Idade das Religiões

Resumen - Historia | Cronología del Universo | Cronología de la Tierra | Prehistoria | Edad Antigua | Edad de las Religiones

Summary - History | Chronology of the Universe | Earth Chronology | Prehistory | Old Age | Age of Religion

JUST GO - VIAGEM VOLTA AO MUNDO - #JustGo - Sanderlei Silveira

Livro Online: Contos - Obra completa de Lima Barreto | Áudio Livro - Audiobook - PDF Download

Livro Online: A Mão e a Luva - Obra completa de Machado de Assis | Áudio Livro - PDF Download

Livro Online: Crônicas - Obra completa de Machado de Assis | Áudio Livro - PDF Download

Livro Online: Esaú e Jacó - Obra completa de Machado de Assis | Áudio Livro - PDF Download

Livro Online: Helena - Obra completa de Machado de Assis | Áudio Livro - PDF Download

Livro Online: Memórias Póstumas de Brás Cubas - Obra completa de Machado de Assis | Áudio Livro - PDF Download

by Sanderlei Silveira -  http://sanderlei.com.br